Nestes 20 anos de história, o Cariúnas transformou o caminhar de vários alunos. Só nas artes, somam-se 18 alunos, que hoje são profissionais formados em música ou em dança. Muitos voltaram ao Cariúnas, sendo hoje parte de nossa equipe. Outros ainda estão em formação nas mesmas áreas, tendo sempre que necessário o apoio da nossa instituição, mantendo viva as sementes que um dia foram plantadas em seus corações.

O reconhecimento do programa Cariúnas fica expresso nos resultados artísticos e culturais de seus alunos. Este resultado pode ser avaliado através de seus musicais, onde se integram as artes da música (vocal e instrumental) e dança. Além disso, também, das várias apresentações regionais e nacionais dos seus corais, grupos de dança e grupos instrumentais, ou através das premiações coletivas e individuais em concursos nas áreas de dança e música.

Podemos destacar a Abertura do Festival de Inverno da UFMG em Diamantina (2002 e 2004); Abertura do Congresso Internacional de Polímeros em BH (2004); Conferência Internacional de Políticas sociais da América Latina e Caribe em Brasília, no Palácio do ITAMARATY, em 2004, sob o patrocínio do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), Encontro Internacional dos Amigos das Américas em Ouro preto, entre outros.

O Cariúnas gravou em 2002 seu primeiro CD “Sementes do Amanhã” patrocinado pelo BID. Em outubro de 2005, lançou seu segundo disco, sob o título “Lua de Papel”, e por último, em 2013, o lançamento do CD da Banda Instrumental Cariúnas.
Uma das grandes características do Projeto Cariúnas tem sido a produção de musicais, que leva aos palcos, de grandes espaços culturais, a difícil arte de dançar e cantar simultaneamente. Desde sua criação o Cariúnas já produziu 13 musicais: O presépio, Sementes do Amanhã, Lua de Papel, Mistura Brasil, Nos Embalos do Cinema, Natal Brasileiro, Zeropéia 2010, Colchas de Retalho, Rio Mar, Brasil País do Futebol, Zeropéia 2016, Da Bossa ao Tango e Cariúnas 20 anos, obras compostas com exclusividade para o Cariúnas.

Além dos musicais, o Cariúnas tem como objetivo a formação de praticas de conjuntos. Hoje temos 5 vertentes destas práticas. São elas: Grupo de Choro Cariúnas, Banda Instrumental Cariúnas, Orquestra de Cordas Cariúnas, Grupo de Dança Cariúnas e Banda Pop Rock. Além destas práticas, temos os corais infantil, infanto-juvenil e juvenil.
Várias coreografias produzidas no Cariúnas, realizadas pelos alunos de dança, têm sido premiadas em vários concursos municipais e estaduais: frevo, afro, chorinho e zamba, como também coreografias de repertório clássico.

Como programa sócio-cultural, organização da sociedade privada que desenvolve ações complementares da escola, o Cariúnas já conquistou a premiação de semi-finalista do prêmio Itaú-Unicef em 2003. Em 2013 ele volta a ser finalista do mesmo prêmio, dentre 2000 projetos inscritos em todo o Brasil.